Elba Ramalho encerra segundo dia de desfiles do Minas Trend

Foto: Sebastião Jacinto Jr

O segundo dia de desfiles do Minas Trend – que acontece até sexta-feira, em Belo Horizonte – apresentou as principais tendências da Primavera/Verão 2020. Babados, aplicações de pedrarias, handmade, cores como o coral, dourado, lilás e o offwhite que já estiveram presentes nas últimas coleções, permanecem nos looks das estações mais quentes.

Leia também:

Minas Trend: 24ª edição do evento trata da democratização da moda

Minas Trend: primeiro dia de desfiles apresenta as tendências da Primavera/Verão 2020

As marcas Aquas Beachwear, Alana Tenório, Caleidoscópio, Carol Paz, Estúdio Monteferro, Endy Mesquita, Leila Monteiro, Maneka, Manu Mortari e Sandra Cavalcante, formam o Coletivo Alagoas que abriu a noite de desfiles. Na cartela de cores destaque para o preto, dourado, vermelho e o branco. O trabalho artesanal apareceu em peças com crochê e com aplicações de pedraria. Na passarela modelos plus size também estiveram presente, mostrando a diversidade na moda.

O desfile da estilista Patrícia Motta foi aplaudido de pé. Na passarela a marca deu destaque para os elementos da natureza: água, ar, terra e fogo. O bordado rechilieu representou a água e os babados deram leveza ao couro e apareceram representando as ondas no mar. Na representação do ar, a estilista apostou no trabalho de patchwork, mesclando as cores azul, preto e branco. Com flores em tons de verde pintadas no couro branco, Patrícia trouxe a representação da terra. Os tons coral e vermelho e as peças mais estruturadas fecharam o desfile com a representação do fogo. Outro destaque do desfile foi a harpista Ana Luiza Cicarini, que tocou durante a passagem das modelos.

Com a coleção Crystals a estilista Denise Valares em colaboração com o stylist Alberth Franconaid levou para a passarela peças inspiradas nos anos 1980, com muito babado, volume, alfaiataria, cores vibrantes e muita aplicação de pedrarias. Com modelagens ora fluidas, ora estruturadas, Crystals traz uma cartela de cores que passeia por tons como o palha, o offwhite e o lilás e também pelos mais quentes como o amarelo e o rosa-pink, criando um contraponto entre a vibração dos anos 80 com a leveza do boho-romântico dos anos 70.

O desfile mais aguardado da quarta-feira, 10, foi o da estilista Raquel de Queiroz que levou para passarela a coleção intitulada de Poesia. O desfile da marca foi ao som da cantora Elba Ramalho. Na passarela vestidos curtos, longos e macacões bordados com canutilhos, paetês e pedrarias com efeito 3D, deram as peças ares de joias. A estilista apostou em cores primárias e em tons alegres, como azul, amarelo e vermelho, mesclando menta, coral e cassis. Pássaros, borboletas, flores, plumas, franjas e cristais estão presentes na nova coleção da marca, que participa do salão de negócios desde 2013, mas esteve na passarela pela primeira vez nesta edição com styling de Daniel Ueda.

* A jornalista viajou a convite do Minas Trend.