Veja os tipos de apólices de seguros que protegem o padrão de vida

Veja quanta vantagem existe numa apólice de seguro de vida

Foto: Pexels

Você sabia que uma apólice de seguro de vida é capaz de proteger seu patrimônio? A maioria dos brasileiros desconhece essa funcionalidade dos seguros de vida, pois tradicionalmente o entendimento sobre estas proteções é limitado, geralmente restringindo-se ao custeio das despesas funerárias e manutenção do padrão de vida da família por um curto espaço de tempo.

Atualmente dois tipos de apólices de seguros de vida tem feito muito sucesso na manutenção e proteção do padrão de vida de muitas famílias, inclusive com mais de uma cobertura.  Este processo ocorre devido a existência de diferentes objetivos de contratação: uma com proteção para toda a vida e outra por um período determinado que pode ser de 10, 20 ou 30 anos. A principal diferença dentre estas formas esta no prazo de vigência da apólice do seguro.

Por exemplo, imagine uma mãe com um filho de 5 anos e que queira garantir a educação deste filho até o término da graduação. Ela pode contratar uma apólice temporária pelo período de 20 anos, que vai garantir a educação do seu filho se ela vier a faltar em algum momento deste período. Estas apólices, além de serem temporárias, podem tem seu valor de capital segurado decrescente, ou seja, começam com valor mais alto e ao longo do tempo, o capital vai diminuindo, acompanhando a necessidade  real de proteção para os estudos dos filhos.

Para o outro tipo de apólice, talvez a família já tenha patrimônio suficiente para garantir a tranquilidade financeira, porém não pensou nos custos do processo de transmissão de seus bens para seus herdeiros.

Por vezes esse patrimônio pode se tornar uma dor de cabeça para os herdeiros, devido ao fato da incidência de alíquotas de ITCMD (imposto de transmissão causa mortis e doação), mais as custas adicionais, como as cartorárias e judiciais. Atualmente esses valores podem chegar a 15% do valor do patrimônio familiar.

Muitas famílias que não possuem esta consciência ou nunca se planejaram para este momento, ficam sem liquidez para lidar com o processo de inventário e acabam dilapidando o patrimônio para poder acessar a herança.

Na pratica significa dizer que um pai pode contratar uma apólice resgatável para garantir os custos do processo de sucessão de seus bens aos herdeiros, porem se ele não vier a faltar, pode resgatar o dinheiro que usou para pagar apólice.

Além de ser uma forma interessante de proteger a família, as apólices resgatáveis podem ser vistas como investimento, uma vez que são remuneradas com IPCA + uma taxa de juros.

Viu quanta vantagem existe numa apólice de seguro de vida?

Para maiores informações, consulte um especialista da Manchester: contato@manchesterinvest.com.br

Leia mais:

Você sabe como planejar a sucessão patrimonial?

Seu dinheiro não está rendendo? Especialistas contam onde e como investir em épocas de juros baixos