Quatro dias na Serra Gaúcha: confira um roteiro gastronômico pelas vinícolas da região

A Serra é conhecida pelas inúmeras vinícolas maravilhosas, passeios turísticos e muita história

Fotos: Paula Georg

A coluna dessa semana vai ser um pouco diferente, pois as dicas que vou dar são para quem quer fazer uma viagem deliciosa para a Serra Gaúcha com um roteiro certeiro, delicioso e focado na gastronomia que encontramos pelas vinícolas e cidades que visitamos durante quatro dias.

A Serra é conhecida pelas inúmeras vinícolas maravilhosas, passeios turísticos e muita história.

Vinícola Luiz Argenta
Vinícola Luiz Argenta

Nossa viagem começou pela Vinícola Luiz Argenta, que fica em Flores da Cunha, que é a cidade com maior produção de vinhos do Brasil. Conhecemos um pouco dos vinhedos, degustamos alguns rótulos direto da cave e tivemos um almoço espetacular no restaurante da vinícola, o Clô. Um ambiente moderno, com vista incrível para os vinhedos e um cardápio exclusivo e perfeito para harmonizar com os mais variados rótulos da vinícola. Passeio imperdível!

Casacurta
Casacurta

Dica: Para quem quer se hospedar na região, uma opção é o Hotel Casacurta, que parece um castelinho, super aconchegante, e tem um restaurante excelente – o Hostaria – onde jantamos com representantes da Secretaria de Turismo da região e pudemos conhecer um pouco mais da história de Garibaldi.

Aurora
Aurora

Passeamos também pela Vinícola Aurora, que funciona como uma cooperativa, reunindo diversos produtores locais. Fizemos um tour pela sede, seguido por uma degustação guiada e almoço na Rota dos Vinhos de Pinto Bandeira. Um delicioso churrasco com membros da presidência da cooperativa. Deixo aqui registrado que foi uma das melhores costelas que já degustei na minha vida!

Pizzato
Pizzato

Tivemos também uma tarde inesquecível na Pizzato Vinhas e Vinhos, onde conhecemos um pouco da história da vinícola através das palavras do Sr. Plinio Pizzato. Degustamos com ele alguns vinhos e espumantes e tivemos um jantar delicioso no restaurante Caldeira, em Bento Gonçalves, harmonizado claro, com Vinhos e Espumantes Pizzato.

Geisse
Geisse

Um dos passeios mais diferentes que fizemos foi na Vinícola Geisse. Conhecemos a história através de Daniel Geisse, que contou como seu pai começou e todo o processo de descoberta das terras onde hoje ficam os vinhedos. Além disso tivemos um almoço incrível no open lounge com empanadas, andamos de 4×4 pelos vinhedos e finalizamos o passeio com um brinde da cachoeira, passeio incrível!

Dica: Ficamos hospedados no Hotel Dall’Onder, que tem entre suas opções de passeio trilhas de bike, com distâncias variadas, onde você pode conhecer mais da cidade e vinícolas.

Don Giovani
Don Giovanni

Na Vinícola Don Giovanni, curtimos um sunset maravilhoso com espumantes, conhecemos um pouco das diferentes técnicas que eles utilizam para o plantio das uvas e finalizamos com um jantar delicioso, com risoto de alcachofra plantada por eles e, de sobremesa, sorvete com calda de levedura, tudo claro, acompanhado de rótulos perfeitos para harmonização dos pratos!

casa da ovelha
Casa da ovelha

Também fomos na Casa da Ovelha degustar alguns dos deliciosos produtos e alimentar os cordeirinhos. Passeio fofíssimo!

peterlongo
Peterlongo

E, para finalizar a parte de turismo, tivemos uma experiência inigualável na vinícola Peterlongo. Além de conhecer o castelo Peterlongo, degustar um rótulo da barrica e ouvir mais da história, tivemos a oportunidade de assistir a um filme nos vinhedos. Ao ar livre, com pufes, almofadas e paletes, no melhor estilo cinema de rua, além de ter carrinho de pipoca, truck com burgers e, claro, carrinho com espumantes e vinhos Peterlongo. Foi uma experiência sem igual e que eu vou guardar pra sempre na minha memória!

Avaliação Nacional de Vinhedos

Além de todos esses passeios incríveis, onde pude conhecer e entender um pouco mais do mundo dos vinhos, ainda tivemos a oportunidade de participar da Avaliação Nacional de Vinhedos, em que degustamos 16 dos rótulos mais representativos dos 344 rótulos que foram inscritos. A safra de 2018 foi histórica e está entre as três melhores safras que o Brasil já teve. Imaginem a minha alegria de poder fazer parte de um pedacinho desse momento tão significativo para a vinicultura do Brasil!

Todos os passeios que fizemos, com exceção da Avaliação Nacional, estão disponíveis o ano todo e são abertos ao público. Alguns necessitam de reserva. Quem quiser mais informações pode entrar em contato comigo através do e-mail (eatfloripa@gmail.com) ou direto com as vinícolas! Muito obrigada a Conceitocom por esta viagem incrível e a todos que nos receberam com tanto carinho!

Leia mais colunas de Paula Georg