Sete brincadeiras para pais e filhos curtirem o Dia das Crianças

Psicopedagoga fala sobre a importância do ato de brincar no desenvolvimento infantil e dá dicas para tornar a atividade ainda mais interativa

Foto: Divulgação

No Dia das Crianças, comemorado neste dia 12 de outubro, muitos pais estão empenhados em comprar o brinquedo dos sonhos de seus filhos. De boneca a videogame, eles avaliam custo-benefício e as vontades dos pequenos para fazer a melhor escolha. Mas o que é mais importante, o brinquedo ou a brincadeira em si?

— Brincar é algo essencial para o desenvolvimento infantil. Estimula a criatividade, a capacidade de relacionamento e também promove a descoberta de habilidades físicas e emocionais. Nesse contexto, o brinquedo é um acessório para tornar estas brincadeiras mais interessantes e educativas — explica Lorena Nolasco, consultora educacional e especialista em desenvolvimento cognitivo.

Leia também: Dia das Crianças: Veja 15 dicas de como aproveitar a data em Santa Catarina

Valorizar e proporcionar o ato de brincar é importante tarefa dos adultos e deve seguir em paralelo à agenda de compromissos das crianças. Falta tempo para explorar as brincadeiras, tão importantes para o desenvolvimento saudável dos pequenos.

— Brincar é uma linguagem. É uma ação responsável pela formação do pensamento e pelo desenvolvimento sensorial de órgãos como olhos, ouvidos, nariz, boca e pele. Com as brincadeiras, as crianças exploram sensações e criam vínculos de gênero, tempo, linguagem e cultura — complementa a psicopedagoga.

Para tornar o Dia das Crianças mais feliz e interativo, confira sete brincadeiras divertidas e lúdicas para pais e filhos de 02 a 12 anos se divertirem juntos:

1 – Bolhas de sabão

Um clássico que é diversão certa! Nada melhor do que juntar a criançada, dar um tubo de bolhas de sabão para cada uma e despertar nelas o gosto por movimentar o corpo. Brincadeira simples, animada e barata!

Foto: AFP

2 – Monstro do armário

É uma brincadeira bacana para fazer no final do dia, dentro de casa, ainda mais se estiver chovendo. A criança entra no armário enquanto as outras pessoas da casa se escondem em outros cômodos e compartimentos. Depois de alguns minutos, a criança (o monstro) sai do armário para achar os outros integrantes. É importante ter cuidado com a idade da criança e retirar objetos possam machucá-la de dentro do armário. A brincadeira proporciona a sensação de união e pertencimento entre os familiares

3 – Caça ao tesouro

Exige uma elaboração um pouco maior, mas é muito legal! Para a caça ao tesouro, é interessante que pais e responsáveis façam mapas e elaborem enigmas e trilhas para que as crianças encontrem o tesouro escondido. Dá para jogar em casa, mas também em parques e jardins. A brincadeira estimula características como raciocínio lógico e proatividade.

4 – Teatrinho

Que tal reunir roupas, sapatos e chapéus dos pais, avós e amiguinhos que não são mais usados em um grande baú? Assim, a galerinha pode soltar a imaginação e a criatividade para interpretar diversos personagens montando uma pecinha de teatro. É muito mais legal fazer em um grupo maior, com primos e coleguinhas.

5 – Andar de bicicleta

Além de prazeroso, andar de bicicleta desenvolve o equilíbrio, a parte psicomotora e a aptidão de lateralidade. As crianças menores vão progredindo ao tirar uma rodinha de cada vez e as maiores, ao percorrerem trajetos mais longos com mais segurança. O importante é equipá-las sempre com os itens de segurança como capacete, joelheiras e outros.

6 – Cozinhar

Todo mundo para a cozinha! Com a supervisão dos pais, convidar a criança a preparar uma comidinha, de preferência nada que vá ao fogão, ajuda a desenvolver nelas a sensação de pertencimento. Isso acontece porque colaborar em uma atividade familiar é importante para o fortalecimento do vínculo entre pais e filhos.

7 – Cantar e dançar

Quem não gosta?! As ações de dançar e cantar ajudam a desenvolver a expressão corporal e a musicalidade na educação infantil. Assim, as crianças reconhecem o próprio corpo e ganham noção de espaço. O grupo Palavra Cantada é uma boa dica para quem quer dançar e cantar em família neste Dia das Crianças.

Foto: Divulgação