Simaria: “não quero mais fazer 30 shows no mês. Isso não é vida”

Simária
Foto: Fantástico / Reprodução

Em entrevista ao Fantástico deste domingo (27), a cantora Simaria, da dupla sertaneja com Simone, contou que está se recuperando da tuberculose ganglionar que a afastou dos palcos por quase dois meses e afirmou que vai diminuir o ritmo.

— Dos 14 aos 35 anos eu trabalhei como um burro de carga. Chegava a fazer três shows em uma noite. Quem consegue viver assim? Isso é vida? Não quero mais fazer 30 shows por mês, dormir três horas por noite — disse ela.

No início do ano a cantora já dava sinais de que algo não estava bem com sua saúde, mas só fez uma pausa para se cuidar quando chegou ao limite da exaustão.

— Eu avisei para todas as pessoas que estavam à minha volta que eu não estava bem. Estava esperando alguém tomar uma atitude por mim. Mas só eu poderia tomar uma atitude por mim. Meus fãs diziam que eu estava muito magra. Eu pesava cerca de 50 quilos, mas cheguei aos 42. Em um show em abril, em Londrina, minha língua secava, eu não respirava direito e saia do palco o tempo todo porque minha pressão baixava. Então eu voltava para o camarim, colocava sal na boca e retornava ao show. Ali eu entendi que era o momento de voltar para casa e procurar um médico — explicou.

 

Simária
Foto: Andrea Graiz / Agência RBS

Segundo o infectologista do hospital Sírio Libanês, David Uip, que acompanha o tratamento da artista, o quadro da cantora chegou neste estágio pela rotina frenética de shows e viagens.

— Ela já teve tuberculose três vezes. A primeira foi do tipo pulmonar, o mais comum. Mas como não teve sintomas, o bacilo ficou circulando por sua corrente sanguínea até se instalar no gânglio direito, no pescoço, há cerca de três anos. Quando o bacilo reaparece tempos depois, caso da Simaria, nós chamamos de reativação da tuberculose. Para mim está muito claro. Ela se excedeu, cantou demais, viajou demais, fez shows demais e comeu e descansou de menos. Então o sistema imune não deu conta, reativou um bacilo que deveria estar lá quietinho — explicou.

A situação de Simaria influenciou Simone a se cuidar também.

— Depois da doença dela, eu fiz um check-up para ver como estava, afinal, uma depende da outra, uma é o porto seguro da outra. Queria estar no lugar dela. Não gosto de vê-la triste, doente, mal. Eu sofro — falou Simone, emocionada.

Segundo a dupla, o retorno das duas juntas aos palcos será em breve e já com música nova.

— Final de julho, início de agosto, vamos voltar! Mas o ritmo vai ser bem mais tranquilo. Agora é Simaria em primeiro lugar — finalizou.