Atriz Susan Sarandon é detida nos Estados Unidos

Após ser presa por contestar a política de "Tolerância Zero" contra imigrantes de Donald Trump, ela compartilhou no Twitter: "Presa. Fiquem fortes. Sigam lutando”

Susan
Foto: Reprodução / notoriousmagazine.blogspot.com

Estrela de filmes clássicos como Thelma e Louise, O Jogador, Os Últimos Passos de um Homem e Em Qualquer Lugar, a atriz Susan Sarandon foi detida nos Estados Unidos enquanto participava de um protesto contra o presidente Donald Trump.

Foto: Reprodução Reuters

De acordo com  informações do Jornal The Guardian, ela foi levada junto com um grupo de cerca de 500 mulheres que contestavam a política de “tolerância zero” a imigrantes ilegais na fachada de um dos escritórios do Senado no Departamento de Justiça.

 

No momento da detenção, Susan Sarandon fez um post no Twitter em comunicava o ocorrido.

No texto ela diz: “Detida. Fiquem fortes. Sigam lutando”.

A atriz não é a única do meio artístico a protestar contra a medida que vêm separando famílias de imigrantes que cruzam a fronteira americana e que vem repercutindo negativamente em todo o mundo. Além dela, George Clooney, Oprah Winfrey e Ellen De Generes também mostraram-se publicamente contrários às medidas ordenadas pela política de “tolerância zero”. Clooney, inclusive, doou junto com sua esposa, Amal, o equivalente à R$ 373 mil à ONG Young Center for Immigrant Children’s Rights que ajuda crianças imigrantes. Durante o Festival de Toronto, que aconteceu recentemente, Amal Clooney, afirmou: ““Eu sou uma refugiada. Isso (a separação de crianças imigrantes de suas famílias), é vergonhoso. Não é só ilegal, é imoral“.


O protesto em que a atriz americana foi presa ocorreu após o governo do presidente Trump afirmar que vai entrar com processo contra todos os adultos que atravessarem a fronteira os EUA ilegalmente.

Leia mais:

Artistas como Fernanda Montenegro e Ludmilla cantam pelos direitos humanos

Entenda por que (quase) todas as atrizes vestiram preto no Globo de Ouro

Ela é rica! Em entrevista, Catherine Zeta-Jones diz “não sou humilde”