“Tá no Ar”: Marcelo Adnet ironiza Bolsonaro em esquete sobre a vila do Chaves

Na estreia da última temporada do programa, humorista fez imitação repleta de críticas ao presidente em início de mandato

adnet
Imitação contundente: Adnet usou expressões de Jair Bolsonaro e quis colocar todos os personagens "em cana" na Vila do Chaves. Foto: TV Globo/Reprodução

A estreia da última temporada de Tá No Ar: A TV na TV, exibida nesta terça-feira (15) na RBS TV, foi desafiadora para Marcelo Adnet. Com o programa chegando ao fim, o humorista voltou a chamar a atenção do público. Não titubeou: apostou na imitação do presidente Jair Bolsonaro (PSL) em uma esquete repleta de críticas, que se tornou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais.

O quadro teve como cenário a vila do Chaves, um dos personagens da televisão mais populares entre os brasileiros. Entre em cena um Chaves atônito, interpretado por Márcio Vito, que anuncia a chegada de um homem à vizinhança. Chiquinha, interpretada pela atriz Luana Martau, lança mão de um bordão utilizado por quem se opôs à candidatura de Bolsonaro:

— Ele não! — grita a personagem.

Em cena, fardado de militar e acompanhado de outros dois soldados, Adnet dá início a uma saraivada de críticas feitas por meio de imitações de Bolsonaro, entre elas o costume do presidente de chamar opositores de “vagabundos” — a palavra, inclusive, estava entre os termos mais usados no Twitter na manhã desta quarta-feira (16).

— Seu Madruga, melhor “jair” pagando os 14 meses de aluguel que o senhor me deve — declara o personagem.

Confira algumas reações de quem assistiu ao programa:

Leia também:

“Vídeo Show” chega ao fim após 35 anos no ar

Após mais de 35 anos, José Mayer deixa a Globo