Agosto tem peças de teatro de graça em Florianópolis

O grupo Teatro Sim... Por Que Não?!!! apresentará dois espetáculos de seu repertório no Projeto Cena Aberta, da UFSC, durante os próximos dias

Foto: Cleide de Oliveira/Divulgação
O grupo Teatro Sim… Por Que Não?!!! apresentará dois espetáculos de seu repertório no Projeto Cena Aberta, da UFSC, durante este mês. As apresentações serão no Teatro da UFSC/Igrejinha, de 3 a 12 de agosto, sempre às 20h. A peça Hipotermia vai aos palcos de 3 a 5 de agosto. Já A Farsa do Advogado Pathelin está em cartaz de 10 a 12 do mesmo mês. Saiba mais sobre as peças:

A FARSA DO ADVOGADO PATHELIN (10 a 12 agosto)

O espetáculo é indicado para todas as idades e estreou em maio de 1996. Nesses 22 anos foram mais de 800 apresentações nos estados do Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Maranhão e Santa Catarina, onde a peça já foi encenada em mais de 90 cidades.

Ao longo desses anos a peça participou de vários festivais nacionais e internacionais de teatro e recebeu nove prêmios. Com este espetáculo a atriz Berna Sant’Anna ganhou o prêmio de melhor atriz do Conesul e do Festival Isnard Azevedo de 1997. Berna Sant’Anna e Nazareno Pereira, com suas interpretações, também receberam o prêmio de melhor atriz e melhor ator Catarinense de 1997. No mesmo ano Júlio Maurício ganhou o prêmio de melhor diretor catarinense com o mesmo espetáculo.

A Farsa do Advogado Pathelin é uma obra do gênero farsa, escrita em torno de 1.460 e seu autor é desconhecido. A discussão sobre ética que o texto propõe continua atual nos dias de hoje. Mas esta comédia da astúcia parece celebrar sem reservas o triunfo do dolo (erro intencional) e do embuste.

FICHA TÉCNICA
Espetáculo: A Farsa do Advogado Pathelin
Autor: Desconhecido
Adaptação: Perito Monteiro
Consultoria: Neyde Veneziano
Direção: Júlio Maurício

ELENCO
Guilhermina – Berna Sant´Anna
Juiz – Ismar Medeiros
Comerciante – Andrés Tissier
Pathelin – Nazareno Pereira
Pastor – Sérgio Candido
Projeto Cenográfico: William Pereira
Figurinos: Norma Ribeiro
Criacão e Op. de Luz: Júlio Maurício
Operador de Som: Mariana Candido

Leia mais notícias da área cultural

HIPOTERMIA (03 a 05 agosto)

hipotermina
Foto: Sergio Vignes/Divulgação
É um espetáculo solo interpretado pelo ator Nazareno Pereira, que se lançou a este desafio em comemoração aos seus 30 anos de palco. O espetáculo estreou em 2014, em Florianópolis, e já foi apresentado em São Paulo, Rio de Janeiro, Acre e mais de 20 cidades de SC. O texto foi escrito por Max Reinert durante uma Oficina de Dramaturgia do Sesi Curitiba, orientada pelo dramaturgo e diretor teatral Roberto Alvim. Para essa montagem Zilá Muniz, doutora em teatro, foi convidada para desenvolver o trabalho de corpo. A ambientação sonora ficou a cargo de Hedra Rockembach que buscou uma ambiência para ordenar a desordem de pensamentos. A trilha sugere o tempo do relógio para que cada espectador vivencie o seu tempo. O cenário ficou a cargo de Fernando Marés, que confinou o personagem em um pequeno espaço de dois metros quadrados, sugerindo prisão e frio. A iluminação ficou a cargo de Domingos Quintiliano, que reforçou com o trabalho de luz a frieza e o confinamento no espaço.
Hipotermia expõe as contradições vividas por um homem perturbado por seus desejos diante do desalento da morte. Imerso em um trágico processo de perda das ilusões e anseios, percebe que a morte é um simples gesto da vida cotidiana.
FICHA TÉCNICA

Espetáculo: Hipotermia
Autor: Max Reinert
Diretor: Júlio Maurício
Ator: Nazareno Pereira
Trabalho de Corpo: Zilá Muniz
Cenografia: Fernando Marés
Desenho de luz: Domingos Quintiliano
Ambientação Sonora: Hedra Rockenbach
Figurino: Júlio Maurício
Operador de Som: Júlio Maurício
Montagem e Operação de Luz: Andrés Tissier
Fotografia: Sérgio Vignes