Entre nos tons de 2019: comece o ano de olho nas cores e tendências na moda

Ao escolher uma cor, você está fazendo uma declaração visual de suas esperanças e desejos para si e para as pessoas ao seu redor

Fotos: Dari Luz/Divulgação

Quando você escolhe um look para a véspera de Ano Novo, você não está apenas fazendo uma declaração de moda. Você está fazendo uma declaração visual de suas esperanças e desejos para si e para as pessoas ao seu redor. A tradição de usar branco é tipicamente brasileira. Confesso que eu nunca tinha me dado conta disso. E olha o que mais a gente faz por aqui, na véspera do Ano Novo, e que não é comum em outros lugares:

1. Celebrar, de preferência na praia, e fazer oferendas à Iemanjá, a “Deusa do Mar” e a “Mãe das Águas”. Iemanjá é uma divindade afro-brasileira das religiões candomblé e umbanda. Acredita-se que se suas ofertas forem devolvidas pelo mar, seu desejo não será concedido.

2. Na cultura brasileira, as pessoas normalmente vestem roupas brancas para receber o Ano Novo, a fim de atrair a paz e a felicidade. Dá para aditivar a superstição usando cores sob as roupas brancas para representar as resoluções – azul para harmonia, amarelo para prosperidade, vermelho ou rosa para romance, roxo para inspiração e verde para saúde.

3. O “sete” ocupa um lugar especial em muitas das diferentes tradições religiosas e é considerado um número de sorte. Entre alguns rituais estão: comer sete uvas por abundância ou mastigar sete sementes de romã para garantir que sua carteira ficará cheia de dinheiro no próximo ano. É preciso ainda pular sete ondas no mar.

4. Você precisa comer os alimentos certos como arroz, uvas, sementes de romã e lentilhas. Fique longe de peru e caranguejo, a menos que queira um ano cheio de azar.

Vestido Maria Filó, sandália e clutch Carmen Steffens e
joias Ruth Grieco
Vestido Adriana Milani para Tida, joias Ruth Grieco e sandália Carmen Steffens

Que cor usar?

O branco é para mostrar seu desejo pela paz, para repelir a negatividade, estimular a memória e melhorar o equilíbrio interno. O amarelo é a cor a ser usada para chamar dinheiro ou estimular a intuição. Vermelho é paixão, amor, força e resistência. Se não quiser usar o look totalmente vermelho, pode pintar as unhas da cor para obter resultados garantidos ou usar num detalhe na roupa, como o vestido ao lado. Azul, cor do céu e do mar, trará paz ao espírito, harmonia, saúde e tranquilidade. Verde é a cor mais harmoniosa de todas! Representa a natureza, a esperança, o equilíbrio e a renovação para o próximo ano. Laranja trará riqueza, sucesso pessoal e profissional. É a cor para as pessoas que esperam por uma promoção ou um trabalho melhor. E por fim, o violeta ou lavanda, que foi a cor pantone 2018 e serve para estimular a criatividade, inspiração e imaginação. Se você está com dificuldades para criar novas ideias, use agora essa cor!

Feito à mão

Vestido Camila Fraga, joias Ruth Grieco e sapato Carmen Steffens

O vestido assinado pela estilista Camila Fraga é de renda guipir de algodão, 100% com fibra natural, flores em organza de seda pura recortadas e bordadas uma a uma com ponto estilo Richelieu, aplicadas à renda. O acabamento em grilô de pompons também é de algodão e demorou em média três dias para ser bordado. As flores levaram mais três dias para rebordar. No total, o vestido levou um mês para ficar pronto. “Como primamos por exclusividade, sempre tentamos aplicar alguma interferência, um bordado diferente”, revela Camila. A palavra guipir é francesa – ela surgiu na França e é conhecida desde 1843. Segundo o Dicionário da Moda, de Marco Sabino, “a guipure, também chamada de guipir, gripir ou gripier, é de linho ou seda com motivos em relevo, que formam arabescos com visual mais robusto e é considerada a mais nobre das rendas.”

Babados de princesa

Vestido Skazi para Tida,
joias Ruth Grieco e sapato CS

Vestidos de conto de fadas para mulheres reais são o que temos visto na maioria das coleções do verão 2018/2019. Um testemunho da relevância e atemporalidade de modelos, notoriamente bonitos, que nunca saem de moda. O vestido desta coluna é todo de babados em camadas, lindo ao ponto de muitas de nós começarmos a chamá-lo de “vestido de princesa”. Certamente poderia ter saído de um livro, mas as mulheres que usam o modelo têm os pés firmemente no chão; muitas usam sapatos baixos, não são “modeletes” e, certamente, não sonham em serem salvas por um príncipe!

Vá de macacão

Macacão Spezzato para Estrondo Boutique, clutch e sapato Carmen Steffens e joias Ruth Grieco

Uma das tendências de moda mais quentes desta estação foi feita primeiramente para agricultores e mecânicos. Blogueiros de moda começaram a adotar suas próprias versões da tendência utilitária, que estava em todos os desfiles da primavera, bem, mas bem depois. Obviamente que designers contemporâneos e it girls não inventaram o estilo. A moda vem das operárias das fábricas, durante a Segunda Guerra Mundial, inspiradas nos soldados americanos. Segundo os especialistas, a referência mais antiga ao shape, aquele com tira, data de 1776, dos uniformes das unidades de milícias americanas.
O que começou como uma maneira econômica de maximizar o conforto durante a batalha e longos dias de trabalho evoluiu para criadores como Donna Karan e Rag & Bone, que mostrou uma versão mais leve e confortável durante um de seus desfiles de primavera.

De olho no inverno

Dez cores da moda compõem a paleta principal das coleções de outono- inverno 2019.

  • Uísque marrom: um tom quente e envolvente, assim como a bebida. Suas nuances naturais lembram as veias da madeira. Vimos nas marcas internacionais Sies Marjan, Calvin Klein e Chloé.
  • Vermelho cereja: uma cor “encorpada”, ideal para realçar o veludo, o tule e o cetim. Muito elegante e retrô. Bottega Veneta, Oscar de la Renta, Givenchy usaram.
  • Azul digital: a cor de quase todas as redes sociais evoca a tecnologia e o futuro. Perfeito para todas as garotas cyber. Está em Stella McCartney, Marni, Prabal Gurung.
  • Rosa fúcsia: Será um dos tons favoritos dos designers. Exuberante se usado da cabeça aos pés, ou como um detalhe criativo. Veja em Ulla Johnson, Valentino e Alexander McQueen.
  • Lavanda: também chamado de lilás, é um tom pastel que, ao contrário do rosa ou do azul bebê, pode adicionar personalidade ao look. Visto em Acne Studios, Gucci e Miu Miu.
  • Laranja: o tom simbólico de outono se destacará com todo o seu efeito “vitamínico”. Atreva-se a usar um look total laranja para combater a queda de temperatura. Lanvin, Moschino e Prada usam.
  • Amarelo safira: para elevar padrões clássicos, como florais. Balenciaga, Versace e Coleção Michael Kors apostam.
  • Verde oliva: aparentemente subjugado, é semelhante ao verde militar, mas tem um tom dourado.
  • Cinza de mármore: é o novo preto, perfeito para todas as ocasiões, do terno do escritório ao vestido de festa. Louis Vuitton, Alexander Wang, Valentin Yudashkin optam por ele.
  • Prata: brilhante e com efeito espelhado. Está em elegantes vestidos prateados metálicos ou sobretudos de alta-costura como Alberta Ferretti, Giorgio Armani, Balmain.

Participaram deste editorial:
Produção executiva, styling, pesquisa de moda: Lise Crippa
Fotos e tratamento de fotos: Dari Luz
Produção de cena: Larissa Maldaner
Beleza: Larissa Maldaner
Modelo: Alexia Couto – Ford Models
Agradecimento especial: Isabela Althoff
Marcas e lojas que participaram: Adriana Milani, Camila Fraga, Carmen Steffens, Estrondo Boutique, Maria Filó, Ruth Grieco Joias, Spezzato, Skazi, Tida

Leia também:

Pin-up moderna: Estilo está de volta e em alta na moda praia

É dia de feira: As frutas têm história na moda e continuam em alta na primavera e verão

Leia mais colunas de Lise Crippa