TPM não é frescura: saiba o que fazer para aliviar os sintomas

 Alteração de humor, inchaço, alteração de apetite e dor nas mamas são alguns deles

tpm
Foto: Pexels

A tensão pré-menstrual, famosa TPM, atinge sete em cada dez mulheres brasileiras em idade reprodutiva, de acordo com o Ministério da Saúde. Segundo a ginecologista, obstetra e sexóloga Erica Mantelli, a TPM pode ter mais de 200 sintomas associados. Alteração de humor, inchaço, alteração de apetite e dor nas mamas são alguns deles.

Entretanto, muitas vezes, a TPM ainda é tratada como “frescura”.

– A tensão pré-menstrual pode atingir graus mais severos e isso pode comprometer a qualidade de vida, o ambiente familiar, social e profissional da mulher – explica a médica.

A TPM é um estado no qual o corpo sofre com os sintomas da variação hormonal decorrente do ciclo menstrual. O tempo de duração varia de 7 a 10 dias antes da menstruação e segue até o fim dela. A intensidade e variedade de sintomas podem estar relacionadas ao estilo de vida da mulher.

Dieta saudável + exercícios físicos

Apesar de incomodar, é possível de tratá-la. De acordo com Erica Mantelli, a melhor maneira de combater e prevenir os desconfortos da TPM é manter uma dieta saudável.

Ela recomenda resistir ao excesso de doces (embora a gente saiba que, sim, o chocolate é um aliado nesse período), mas principalmente a produtos industrializados e alimentos ricos em sódio, que podem piorar ainda mais o inchaço.

A médica também sugere a prática de exercícios físicos, que ajuda a diminuir cólicas e o mau humor através da liberação de endorfina, o hormônio do bem-estar.

– Em alguns casos mais graves, a TPM é tratada com medicamentos – reforça Erica.

O indicado, nessas situações, é procurar seu médico. Dores muito intensas na região abdominal podem ser sinal de algo mais grave.

Leia também:

Como chegar ao orgasmo, ter mais lubrificação e outras perguntas frequentes sobre sexo