Conheça a Troop, um dos rolês mais legais do litoral catarinense

Projeto conquistou o público com eventos em diferentes lugares de Florianópolis

Projeto comemora 5 anos em 2018. Foto: Divulgação

A Troop, núcleo independente e itinerante de música eletrônica e artes da Capital, é um dos rolês que mais valem a pena conhecer no litoral catarinense. Encabeçada por Caetano de Melo Welter, a festa já trouxe nomes importantes – só neste ano vieram Daniel Bell, Ryan Eliott e XDB – este último, veterano alemão criador do selo Metrolux Music, toca pela primeira vez em Florianópolis no Bar do Deca neste sábado (30). No dia 13 de julho, também vai rolar uma edição da Troop no Bud Basement

A Troop nasceu do desejo de ouvir um estilo de música eletrônica que não costumava tocar em Florianópolis e também da vontade de mostrar os trabalhos de amigos e colegas – na época, Caetano uniu-se com colegas estudantes de design para tocar o projeto, que começou em um bar na Trindade e foi crescendo e ficando mais profissional com o tempo.

— Toda edição é melhor que a outra. Ela sempre traz coisas diferentes, seja em serviço, som, estrutura, locação. A gente sempre busca lugares e artistas mais conceituais, além de trazer coisas inéditas na cidade — conta Caetano.

Caetano tocando na primeira edição da Troop no Bud Basement. Foto: Divulgação

O projeto conquistou o público com eventos em diferentes lugares da cidade, com pistas ao ar livre e às vezes durante o dia, com um som dançante, good vibes, e exposições de arte, sessões de tatuagem, massagem e até maquiagem.

— Tem vários núcleos que fazem um trabalho bom na região, mas ainda falta identidade. Tem muito isso de levantar muito a bandeira mas não exercer a função de forma adequada. Também é complicada a cultura da exclusividade, do VIP, do camarote, de ostentação. É uma coisa que a gente sempre prezou muito desde o inicio, de todo mundo pagar o mesmo preço e ter o mesmo acesso — opina Caetano sobre a cena local.

Troop no Bar do Deca, em Florianópolis. Foto: Bernardo Salum/Divulgação

Hoje, a Troop está focada em eventos de música, e a ideia é, a cada seis meses, realizar edições especiais, mais longas e com outros serviços. Neste sábado, por exemplo, haverá venda de vinil com a curadoria do Mosca Branca Records e Concept Discos, projetos que garimpam raridades e clássicos.

Leia mais:

Conheça Kisy Momoli, RP de alguns dos principais clubes de música eletrônica de SC

Aninha: “A música deixa todo mundo igual”

Warung: Gustavo Conti fala sobre o passado e o futuro do templo