Uruguai passa a comercializar erva-mate com maconha

Apesar de ter cannabis em sua composição, o produto não causa os efeitos psicoativos da planta por não conter THC

maconha erva
Foto: Reprodução

A partir da próxima semana, o comércio no Uruguai terá um novo produto em circulação: a erva-mate com cannabis. Segundo o jornal argentino Clarín, o anúncio foi feito pelos distribuidores na quarta-feira (27), após autorização do Ministério de Saúde Pública do Uruguai.

Consentina e La Abuelita são as duas marcas presentes no mercado com a novidade. O pacote de 1 quilo custará em torno de US$ 7, cerca R$ 26.

Conforme Pablo Riveiro, representante de ambas, o produto não apresenta o efeito psicoativo da maconha por não ter THC.

Riveiro afirmou ao Clarín que graças a isso, as ervas “terão venda livre e poderão ser consumidas por qualquer pessoa”.

Apesar de o produto ter os benefícios do canabidiol – substância presente na planta que tem efeitos terapêuticos –, ele não será usado para fins medicinais.

— Não é erva medicinal, não é medicamento e não é psicoativo — ressaltou Riveiro.

O anúncio foi feito pouco mais de um ano depois que o Ministério de Saúde Pública uruguaio retirou um produto similar do mercado – por não cumprir as normas vigentes.
Desde 2016, o mercado de cannabis está regulado no país. A venda é livre ao público desde que se sigam as regras decretadas pelo governo uruguaio.

Leia também: 

Rímel com maconha na composição? Vem saber mais sobre essa novidade de beauté