Vegetariano ou vegano? Entenda a diferença entre os dois estilos de vida

Foto Omar Freitas/Agências RBS

Ratatouille vegetariano – Foto Omar Freitas/Agência RBS

O número de pessoas que optam por deixar de comer carne tem aumentado no Brasil. De acordo com o Ibope, em 2012, 8% dos brasileiros se tornaram adeptos da dieta sem consumo de animais de corte, ou seja, cerca de 16 milhões de pessoas, segundo a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB). Os números chamam atenção também quando se observa os números de quem deixou de consumir produtos com origem animal, além da alimentação: 5 milhões de pessoas no país.

Mesmo que a mudança de hábitos tenha ganhado espaço, ainda há quem confunda vegetarianismo e veganismo. Para começar, veganismo não se restringe apenas à dieta. É uma filosofia de vida relacionada à alimentação, ideologia, vestuário e restrição completa a produtos de origem animal. Já os vegetarianos optam por parar de comer qualquer tipo de carne, porém, sem deixar de lado proteínas de origem animal, como ovos e leite.

Mudança de hábitos

Caso haja interesse nestes estilos de vida, é preciso pesquisa, leitura e orientação para saber como montar um cardápio diário, com uma alimentação equilibrada e descobrir alternativas para fazer as melhores substituições. Ter o acompanhamento de um profissional também pode facilitar bastante esse processo de adaptação.

Os veganos devem ficar atentos a rótulos e etiquetas, lembrando sempre que itens como couro, mel e seda também têm origem animal, por exemplo. Ao comprar itens de higiene e beleza, é importante checar se são testados em animais ou possuem algum ingrediente de origem animal na composição.

Alimentação

A principal preocupação na dieta é como encontrar formas de repor as proteínas. Alguns vegetais cumprem essa tarefa. Arroz e feijão, por exemplo, têm alto valor biológico, ou seja, contêm todos os aminoácidos essenciais para o organismo. Beatriz Pellin Moser, nutricionista clínica e oncológica, indica leguminosas como feijão, ervilha e grão de bico como as principais na lista e proteínas vegetais. Outras opções são as oleaginosas, que ainda têm gorduras boas e trazem saciedade.

Um tanto polêmica, a soja também é uma saída para quem quer tirar as carnes do menu. Mas, segundo Beatriz, é importante dar preferência para as orgânicas e para as fermentadas, como no tofu.

Outros nutrientes importantes

Vitamina B12: um dos pontos que cercam o vegetarianismo e o veganismo é o consumo da vitamina B12, mais presente nos alimentos de origem animal, mas que pode ser encontrada em alguns vegetais. A ingestão regular de ovos, de acordo com Beatriz, resolve a questão para os vegetarianos. Em alguns casos, pode ser orientada a suplementação, pois a falta dessa substância está relacionada a problemas neurológicos.

Ferro: muito presente nas carnes, esse mineral pode ser encontrado também na couve e no espinafre.

Cálcio: além de estar presente no leite e em seus derivados, o cálcio pode ser ingerido por meio de vegetais como couve, brócolis e repolho.

Entenda a diferença

Vegetariano: pessoa que não consome nenhum tipo de carne, como gado, peixe, frutos do mar, frango ou suínos.

Vegano: aquele que não consome nenhum alimento de origem animal, como carnes, ovos, leite e derivados.

Com informações de Gaúcha ZH

Leia mais posts de Estilo de Vida
Leia mais posts de Gastronomia