Especialistas dão dicas de como organizar seu closet

É necessário criar uma metodologia, ou seja, uma padronização do processo através de três pontos principais

Fotos: Divulgação

POR GABRIELE GUGELMIN*

A 4ª edição da ABCasa Fair contou com diversas palestras, talks e experiências com
profissionais de diversas áreas. No ramo da organização de espaços, o papo foi com a Patrícia Correa e a Caroline Cuschnir, proprietárias do Creative Organizer, uma empresa que visa otimizar espaços como armários, closets, cozinhas e banheiros através da organização.

Patricia é personal organizer formada pela National Association of Professional
Organizer (Napo), de Nova York, e certificada pela OZ! Organize Sua Vida, empresa brasileira pioneira na formação de profissionais da organização. É especializada em organização de mudanças de casa e técnicas de dobras de roupas.

Caroline também é certificada pela OZ! Organize Sua Vida e tem mais de 150 horas em cursos profissionalizantes e treinamentos de organização residencial, de mudanças e treinamento para funcionários. Iniciou sua carreira fora do Brasil numa oportunidade de colocar em prática o que sempre amou fazer.

Patricia e Carol

Que tal praticar algumas das dicas que as profissionais ensinaram? Mas, antes de iniciar, é
importante entender que a organização é diferente do processo de arrumação. Na
organização, o foco está no que é funcional, prático e lógico. Para isso, é necessário criar uma metodologia, ou seja, uma padronização do processo através de três pontos principais:

1 – Seleção: selecionar as peças em três categorias para visualizar tudo que deverá ser
organizado, consertado ou descartado.
– Verde = tudo o que você utiliza e deve ficar no armário.
– Amarelo = tudo o que pode continuar no armário e precisa de um conserto, ou peças que
você não utiliza mais e podem ser doadas.
– Vermelho = peças que não são mais utilizadas e devem ser descartadas – praticar o desapego.

2 – Categorização: processo de separar todas as peças que foram selecionadas para
permanecerem no armário e categorizá-las conforme tipo e modelo (calças, blusas, vestidos).

3 – Conservação: manutenção de todo o processo, através da disciplina em manter o espaço organizado, tendo em mente todos os seus benefícios.

Agora que você já conhece os principais pontos que devem ser levados em consideração na
hora da organização, vamos colocar a mão na massa? Abaixo, algumas dicas fáceis, práticas e rápidas para você deixar o seu closet funcional, harmonioso e esteticamente agradável.

Separe por cor!

Nas gavetas, dê preferência para armazenar peças íntimas e com tecidos leves/moles. Já nas prateleiras, guarde roupas com tecidos mais encorpados, como as malhas, camisetas,
bermudas e peças que consigam ficar empilhadas. Um acessório muito utilizado é a colméia, que serve para manter a organização permanente e principalmente para acomodar peças “pequenas” que podem se misturar com facilidade. Sua utilização é mais comum dentro de gavetas, mas pode também ser utilizada em prateleiras.

Separar as peças por cor auxilia na hora de escolher quais as opções que podem combinar com o look escolhido para o dia. Sem contar que visualmente fica muito mais bonito e harmonioso.

Além das cores, você também pode organizar as peças entre lisas e estampadas. No caso das peças com estampas, sempre deixar o desenho para cima, para que, ao abrir a gaveta ou prateleira, consiga visualizar a parte principal da peça.

Quantas vezes você tentou dobrar as suas camisas e elas nunca ficaram iguais? É fácil resolver! Os gabaritos tem a função de um molde para padronizar as dobras de roupas. Sua utilização é simples e prática, permitindo assim que todas as roupas sejam dobradas do mesmo tamanho. Caso você não tenha este acessório, pode optar por fazer o seu,
com papelão ou revistas.

Gabaritos ajudam a dobrar

Os cabides também devem receber atenção para serem escolhidos corretamente. Para roupas masculinas, opte por cabides de madeira, mais robustos e firmes. Já para roupas femininas, os de veludo são uma boa pedida, já que evitam que a roupa deslize e também são mais sofisticados. O cabide gaúcho é uma ótima opção para roupas com tecidos finos, uma vez que possuem ranhuras que ajudam a manter a roupa pendurada.

Bolsas e sapatos também devem ser organizados dentro dos armários. Para as bolsas, você
pode utilizar organizadores de livros, caixas e até suportes. Já para os sapatos, guarde um pé atrás do outro, com o bico para a frente e organizados de acordo com a cor e modelo (festa, sandália, chinelo, rasteira, tênis, etc).

Gostou das dicas? Então que tal colocar em prática? Sinta a diferença em ter um espaço limpo e organizado na sua vida!

*A Versar viajou a convite da ABCasa Fair

Leia também:

Confira cinco dicas para manter os produtos de maquiagem em ordem e limpos