Velejadores da maior regata do mundo partem neste fim de semana da Nova Zelândia rumo à Itajaí

Velejadores partem neste fim de semana da Nova Zelândia
Foto: Jeremie Lecaudey/Volvo Ocean Race

Os sete barcos que disputam a regata  Volvo Ocean Race se preparam para a viagem de 23 dias por águas geladas e mares agitados

Neste  domingo (18), os sete barcos que integram a elite da vela mundial começam a viagem pelos oceanos Pacífico e Antártico rumo à cidade catarinense de Itajaí, única parada da competição na América Latina.

A perna 7 da regata deve durar 23 dias e é considerada uma das mais difíceis de toda a competição, já que passa por águas congelantes, mares agitados e zonas de tempestades frequentes.

Cape Town a Melbourne, day 07, Southern Ocean sailing on board Vestas 11th Hour. Photo by Sam Greenfield/Volvo Ocean Race. 16 December, 2017.
A perna 3 da competição, de Cape Town a Melbourne, foi uma das mais longas e desafiadoras até o momento. Foto: Sam Greenfield/Volvo Ocean Race.

Os velejadores mais experientes entendem que, ainda que o objetivo principal seja ganhar esta etapa da competição, o foco também está em passar pelo Cabo Horn, ao sul do Chile, com o barco e tripulação em segurança. Depois desse ponto, ao navegar na direção norte, as águas começam a esquentar e a situação climática se torna mais favorável. Ao todo, os atletas vão percorrer 14.075 quilômetros e devem chegar em Itajaí no dia 8 de abril.

Enquanto os barcos viajam, a cidade catarinense se prepara para receber o evento que este ano deve bater recorde de público. A expectativa é de que 400 mil pessoas visitem a Vila da Regata, que abre as portas para o público no dia 5 de abril.

Velejadores partem neste fim de semana da Nova Zelândia
Perna 6 rumo a Auckland, ao nascer do sol. Foto: Jeremie Lecaudey/Volvo Ocean Race

Princípio de sustentabilidade

Um dos assuntos que permeia toda a competição é sustentabilidade. Com o objetivo de mostrar que os oceanos só são fonte inesgotável de vida se forem preservados, diversas campanhas e discussões vão acompanhar os 9 meses de competição em todas as cidades-sede.

Além das palestras, exposições e debates em solo, empresas parceiras, prefeituras e organizações associadas ao evento também estão se comprometendo a adotar medidas para reduzir o consumo de plásticos. Em Itajaí, o evento promete ser livre de copos descartáveis, além de oferecer atividades educativas para escolas para que o tema seja trabalhado também nas visitas guiadas.

Velejadores partem neste fim de semana da Nova Zelândia
Foto: Volvo Ocean Race/divulgação

Leia mais

Vire a maré contra o plástico: campanha com foco em sustentabilidade promove cuidado com os oceanos

Dicas para quem quer começar a correr em 2018