Versar #10: humildade e boas surpresas na vida nunca são demais

foto: reprodução

Serei repetitiva. Desculpe. Já falei sobre isso. Mas você já parou para ouvir a playlist que o DJ e produtor Thon Soriedem, da Itapema FM, prepara exclusivamente para acompanhar a leitura da Revista? Eu não sei você, mas eu sou tipo a loka do Spotify. Estou sempre à procura de novidades e é difícil achar o fino da bossa. Só o Thon mesmo. Ele pinça músicas deliciosas de lançamentos fresquinhos. Esta semana, indica Charles Pasi, um francês que eu nem conhecia e que faz uma sonzeira meio blues, meio soul, um pouco pop.

Playlist Itapema/Revista Versar

Charles Pasi = City Of Light

Carla Bruni = Miss You

John Martyn = The Glory Of Love

Van Morrison = Fame

Gilberto Gil = É

Reprodução capa da Revista Versar 04 e 05/11

A palavra da edição deste fim de semana é surpresa. O jornalista (e jogador) Marcone Tavella compartilha o universo ainda muito masculino e misterioso do poker, um jogo que muita gente acredita ser de azar, mas que é um esporte de muito estudo e experiência. Em Santa Catarina, a prática se espalha a partir de encontros entre amigos para conversar, beber, relaxar e, claro, jogar. É ou não é muito mais legal e real do que se relacionar apenas por emojis no smartphone?

Camille Reis se surpreendeu com o Leo Chaves. Ele mesmo, o sertanejo, falou com ela sobre neurolinguística, filosofia e como aprendeu a “descer do palco”, referindo-se ao artista que não consegue deixar o glamour de lado. Porque humildade e boas surpresas na vida nunca são demais.

Leia também
Mamografia: qual a idade certa para começar
Carta da editora: Google e jornalismo, há coisas que só um repórter pode fazer pelo leitor