Você já ouviu falar na técnica da barriga negativa? Saiba quais são os benefícios para a saúde

Vale ressaltar que o vácuo abdominal corresponde apenas a 20% do método, os outros 80% são decorrentes das pautas posturais associadas

Fisioterapeuta Camilly Gentil explica a técnica (Foto: Divulgação)

Eu fiquei supercuriosa sobre a técnica da barriga negativa e fui saber mais sobre o assunto. A fisioterapeuta Camilly Gentil me mostrou alguns exercícios e me explicou como funciona. Segundo ela, trata-se de um sistema de treinamento respiratório e postural que combina técnica abdominal hipopressiva, reeducação postural global e alongamentos miofasciais muito eficientes para fortalecimento e tonificação do core, uma área de músculos ao redor do tronco.

O core é definido como um cinturão anterior e posterior que se estende desde a base das costelas até a região inferior da pelve, englobando o diafragma, o músculo multífido lombar, os músculos profundos do abdômen e do assoalho pélvico, sendo responsável pela estabilização do tronco.

Segundo Camilly, o diferencial do método é que todas as posturas respeitam o conceito hipopressivo (de baixa pressão intra-abdominal), pois hoje já é comprovado que os exercícios abdominais convencionais aumentam muito a pressão intracavitária, sobrecarregando a musculatura do abdômen e do assoalho pélvico. Isso leva a várias disfunções como, por exemplo, incontinência urinária, prolapsos genitais, hérnias inguinais e diástase.

É recorrente a reclamação de mulheres que perceberam que ficaram mais “quadradas”, ou sem cintura, com a prática frequente de exercícios abdominais convencionais.

Isso acontece porque justamente esse tipo de exercício fortalece apenas os músculos mais superficiais do abdômen, chamados de retos abdominais, mas não consegue trabalhar os músculos profundos, como o transverso do abdômen, conhecido como uma cinta natural devido ao seu formato anatômico. Já a técnica da barriga negativa consegue ativar e tonificar essa musculatura e, consequentemente, diminuir a circunferência abdominal e a cintura.

Além dos resultados estéticos, esse método de treinamento proporciona muitos outros benefícios como:
– melhora da postura;
– prevenção e tratamento de dores
na coluna;
– melhora o
desempenho sexual;
– prevenção de incontinência
urinaria e prolapsos;
– acelera a recuperação do pós-parto.

Vale ressaltar que o vácuo abdominal corresponde apenas a 20% do método, os outros 80% são decorrentes das pautas posturais associadas. Realizar apenas o vácuo abdominal em qualquer postura, além de não trazer benefício algum, pode ser extremamente prejudicial, por isso o acompanhamento de um profissional habilitado é imprescindível.

Leia também:

Conheça o Vanquish, o novo tratamento para acabar com a gordura localizada

Leia mais colunas de Lidiane Amaral

Lidiane Amaral
Esteticista e empresária. Ao longo dos 15 anos que atua na área da estética e beleza, desenvolveu diversos tratamentos com o objetivo de trazer resultados satisfatórios e que ajudem a melhorar a autoestima da mulher. Com dedicação e trabalho se tornou uma profissional diferenciada e de referência na Grande Florianópolis. Atualmente conta com uma equipe altamente qualificada, que segue os métodos desenvolvidos, e que tem o propósito de proporcionar uma experiência de beleza única, com foco no resultando, respeitando sempre a individualidade de cada cliente.