Youtuber de 11 anos dá a volta por cima após sofrer racismo nas redes sociais

Depois de receber mensagens preconceituosas em seu canal, menina vira garota propaganda de marca de beleza

racismo
Foto: Divulgaçào

Ana Clara Barbosa, 11 anos, é youtuber há três anos e em seu canal compartilha vídeos de beleza. Ela ensina como se maquiar, cuidar dos cabelos e se preparar para festas, mas nas últimas semanas tem sido alvo de racismo em sua conta.

Críticas ao cabelo e aparência de Ana tomaram conta dos comentários de alguns vídeos. A partir dos ataques, a internet se uniu e mudou o cenário dos comentários no canal de Ana. Sua conta atingiu mais de 100 mil inscritos e comentários positivos apoiam a menina a continuar produzindo conteúdo. Em um vídeo ela celebrou: “Eu quero agradecer a todos que me defenderam e mostraram como o racismo é errado!”

Na quarta-feira, 23, a marca Salon Line compartilhou no Instagram uma foto de Ana e na legenda contaram que a menina havia conhecido a empresa: “A maravilhosa Ana Clara passou o dia todo com a gente hoje! Visitou a Salon Line, bateu papo com a @todecrespa, recebeu várias dicas de como cuidar do seu crespo lindo e se divertiu – assim como nós! Nosso coração está cheio de alegria!”

Nos comentários da publicação, seguidores celebraram a iniciativa da empresa e encorajaram Ana Clara: “Meu deus que coisa mais linda, amei a iniciativa de vocês por ajudar essa gata a dar a volta por cima e pisar com classe na cara da sociedade, e principalmente se aceitar”, celebrou uma seguidora.

“Num Brasil onde o preconceito se torna cada vez mais hediondo,o respeito, amor e carinho deve ser demonstrado cada vez mais intenso”, comentou uma usuária. Outras seguidoras pediram para que a menina fosse garota propaganda:

“Bora deixar ela como garota propaganda da linha infanto juvenil? Hahaha parabéns pela iniciativa de acolher a todos Salon Line. Já era consumidora, agora tenho orgulho de usar”, aconselhou uma seguidora.