Youtubers de Itajaí concorrem a prêmio nacional com vídeos sobre educação

Com vídeos animados de até três minutos, o Minuto da Terra ensina biologia, matemática, astronomia e até economia de forma criativa e com um toque de humor

Leonardo e Ricardo, os irmãos do Minuto da Terra (Foto: Divulgação)

O canal Minuto da Terra, dos irmãos itajaienses Leonardo e Ricardo Gonçalves de Souza, é um dos indicados ao prêmio Influency.me, considerado o Oscar da Influência Digital no Brasil. São 16 categorias, e o Minuto da Terra concorre em educação. A votação vai até este domingo, dia 29, no site da premiação

Com vídeos animados de até três minutos, o Minuto da Terra ensina biologia, matemática, astronomia e até economia de forma criativa e com um toque de humor, explicando questões como “De onde veio a água da Terra?”, “Por que as folhas mudam de cor no outono?”, “Será que existe fidelidade entre os animais?” e também responde algumas perguntas curiosas como “Por que nascem mais meninos do que meninas?” e “Bebês fazem cocô e xixi dentro da barriga da mãe?”.

Youtuber Louie Ponto é referência na web quando o assunto é sexualidade

Todos os vídeos são dublados e possuem legendas em português — assim deficientes auditivos também podem acompanhar o canal, que caminha pro seu terceiro ano de vida e tem quase 250 mil inscritos.

Leonardo explica que os vídeos ainda são feitos de forma “caseira”.

— Por um bom tempo eu gravava as dublagens dentro do guarda-roupa. Depois que cresceu um pouco, compramos um microfone melhor — relata. Essa história inusitada também foi contada no vídeo em que explicam como é feito o Minuto da Terra:


Outra curiosidade é que nem Leonardo nem Ricardo têm formação na área que abordam nos vídeos. O primeiro é formado em administração e atua com gestão de conteúdo web. Ricardo é formado em publicidade e trabalha como designer gráfico. Mas há afinidade com os temas educativos:

— Eu sempre gostei muito de biologia, química, e o Ricardo tem todo o conhecimento com edição de vídeo — justifica Leonardo.

O público da dupla é formado principalmente por estudantes, com idade entre 12 e 15 anos. Além disso, tem bastante professor que usa o conteúdo em sala de aula. Em cada vídeo, na descrição, estão disponíveis as fontes que foram pesquisadas e mais assuntos sobre o tema. Os vídeos são categorizados como matérias do ensino médio. Com isso, o Minuto da Terra faz parte do Youtube Educação, braço educativo do site.

Concorrer ao prêmio nacional dá visibilidade aos irmãos, que esperam, um dia, viver do canal:

— Estamos tentando dedicar mais tempo pra fazer crescer mais e poder viver disso. Hoje, estamos no meio do caminho — avalia Leonardo.

Leia também:

 

Youtuber Mariana Nolasco fala sobre sua nova música e os planos para carreira